Ansiedade: [des]aceleração do dia a dia

Publicação no Jornal da Gleba edição 70


Antes de continuar a ler esse texto, sugiro um exercício que aprendi com teóricos e neurocientistas que estudam a felicidade, é bem simples: reflita e liste cinco coisas pelas quais você é grato no dia de hoje. Se você não conseguiu ou teve dificuldade, isso é um bom sinal de que você está perdendo valiosos momentos da sua vida.

Nossos dias são permeados de inúmeros compromissos, prazos apertados e cobranças de todos os lados. É comum em momentos de maior sobrecarga, sentir uma sensação de fadiga, dificuldade de se lembrar das coisas, tensão muscular ou até mesmo aquela sensação de ansiedade e angústia permanente, que incomoda e nos faz questionar se há algo de errado conosco. Esses, sem dúvidas, são sinais que seu corpo está lhe dando de que algo não vai bem e mudanças precisam ser realizadas.

Com tanta coisa para pensar e resolver perdemos a graça das coisas, principalmente aquelas que nos traziam contentamento e acalento pro coração. Estamos tanto no automático, que aquele abraço de boa noite do filho, tão gostoso e cheio de carinho se perde, ou até mesmo aquele colorido bonito das árvores que acabaram de florescer passa despercebido. Perder o momento significa que estamos vivendo em um tempo, que não o agora. Nosso pensamento está lá na frente, acelerado, perdido no meio de tantas ideias ou compromissos futuros. E o que de mais valioso temos, senão o agora?

Exercitar o corpo e os pensamentos para o melhor aproveitamento do agora, garantem um amanhã com resultados ainda mais interessantes. Em relação ao futuro, a única coisa que podemos fazer é prevenir e planejar. De restante, só um agora bem vivido e bem feito é que fazem valer uma vida plena.

É preciso treino para incorporar um novo estilo de vida, mas com muito mais qualidade. Neurocientistas e psicólogos têm observado os benefícios de praticar uma respiração mais profunda em momentos de agitação, é preciso aprender a desligar a máquina do corpo e relaxar. Se permitir curtir o momento. Preste atenção no vento batendo em seu rosto, coloque aquela música que você gosta no trajeto de volta para casa, cante alto, baixe uns podcasts engraçados ou de assuntos interessantes, compre aquele doce gostoso que só aquela padaria tem e faça uma surpresa para alguém especial, enfim, arrume sua rotina saindo um pouco dela. E assim, verá que 5 itens é muito pouco perante todas as alegrias que tem durante um dia bem vivido. Faça esse exercício todos os dias e depois me conte os resultados que você teve e sentiu.

Cristina Okamoto (CRP 08/14431)

Psicóloga clínica e terapeuta de casais Mestre em Análise do Comportamento Especialidade: tratamento de problemas

de relacionamento e transtornos de ansiedade.

(43) 9 9122-6835

Instagram: @Psicologa.Cris


#ansiedade #stress #sentimento #plenitude

Destaque
RSS Feed
Artigos Recentes

Receba artigos exclusivos

Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square

Se gostou do artigo, compartilhe e deixe seu comentário.

Contato:

Av. Madre Leonia Milito, 1377 - sala 706

Bairro Gleba Palhano  

Londrina | Paraná | Brasil

 

​© 2015 Cristina Okamoto. Todos os direitos reservados.